Relatório Diário dos Mercados Financeiros 15/08

Publicado em 15/08/2013

Imagem do Artigo Relatório Diário dos Mercados Financeiros 15/08

MERCADOS: os principais índices de ações dos Estados Unidos fecharam hoje com perdas, depois de os investidores terem especulado que o Federal Reserve poderia vir a reduzir os estímulos em setembro, depois dos positivos dados econômicos europeus publicados hoje, que vinham a refletir um fortalecimento da economia mundial. O S&P 500 caiu 0,54%, para os 1.685 pontos; o Nasdaq 0,42%, para os 3.669 pontos; enquanto o Dow Jones 0,73%, para os 15.338 pontos.  


ECONOMIA:
o Departamento de Trabalho dos Estados Unidos publicou, hoje, um relatório que mostra que o Índice de Preços ao Produtor se manteve sem alterações em julho depois de um ganho de 0,8% em junho. Isso surpreendeu os analistas pesquisados pela Bloomberg, quem esperavam uma alta de 0,3%. Outro relatório, também publicado hoje pelo Escritório de Estatísticas da União Europeia, assinalava que o Produto Interno Bruto aumentou 0,3% depois de uma queda de 0,3% no primeiro trimestre; ultrapassando, assim, o aumento de 0,2% estimado pelos analistas pesquisados.
 
GOVERNO:
de acordo com uma pesquisa publicada pela Bloomberg, Janet Yellen seria a mais qualificada para ocupar a vaga de Ben Bernanke como Presidente do Federal Reserve. Por sua parte, um porta-voz da Casa Branca assegurou que a decisão ainda não foi tomada e que o Presidente Obama procurará apoio bipartidário para o sucessor.

CORPORATIVO
: conforme a temporada de relatórios corporativos, a Cisco Systems informou vendas e lucros de acordo com as estimações dos analistas. As vendas aumentaram 6% alcançando os USD 12,4 bilhões. Por sua parte, a Apple apresentou uma forte alta no preço de suas ações depois dos comentários de Carl Icahn garantindo que a empresa está subvalorizada.

PARA ONDE OLHAR?
amanhã serão divulgadas várias publicações relevantes em diferentes mercados: Índice de Preços ao Consumo (IPC) e Produção Industrial nos Estados Unidos, atividade econômica no Brasil e no Peru, enquanto a Wal-Mart informará seus resultados trimestrais


Deixe seu comentário