A casa da Moeda do Brasil

Publicado em 04/11/2016

Imagem do Artigo A casa da Moeda do Brasil
A CMB (Casa da Moeda do Brasil) é uma empresa pública vinculada ao Ministério da Fazenda. Fundada em 8 de Março de 1694 e existente a 322 anos. Com o objetivo de fabricar moedas com o ouro prevenientne das minerações foi criada no  Brasil pelos governantes portugueses. 
No Brasil, a extração de ouro era muito expressiva naquela época, conforme o comércio crescia começava a causar um caos monetário devido a falta de um suprimento local de moedas.
Salvador foi a cidade onde recebeu as primeiras moedas genuinamente brasileiras, após um ano de sua fundação, onde se localizou a primera sede da CMB, permitindo então que as moedas estrangeiras que circulavam por aqui, fossem substituidas pelas mesmas. No ano de 1695, foram cunhadas as primeiras moedas oficiais no Brasil, de 1.000, 2.000 e 4.000 réis, em ouro, e de 20 ,40 , 80, 160, 320 e 640 réis, em prata, conhecidas então como "série das patacas"
Pelo seu desenvolvimento na produção de moedas, de cédulas e outros produtos de sergurança, a história do Brasil é confundida com a fundação da CMB. Com a utilização de técnicas "intagilo" no ano de 1843, a Casa da Moeda imprimiu o primeiro selo das Américas e o terceiro do mundo, chamado "Olho de boi"
Após um tempo de atividade em Minas Gerais e no nordestre do Brasil, a CMB foi transferida para o Rio de Janeiro. Operou em instalações provisórias e, mais tarde, em amplo prédio construído no Campo de Santana, atual Praça da República e inaugurado em 1868 pertencente atualmente ao Arquivo Nacional. No propósito de assegurar ao país a autossuficiência na produção de seu meio circulantes essa planta foi modernizada no período de 1964 a 1969. Surpreendentemente para os especialistas internacionais, essa meta foi alcançada: foram lançadas simultanemente cinco diferentes denominações de cédulas brasileiras, estritamente de acordo com o planejamento governamental elaborado em 1967.
Seu processo de fabricação passa pelas etapas de cunhagem, contagem e embalagem. A empresa por sua vez, fabríca também produtos na área metalúrgica, como moedas, medalhas comemorativas, distintivos e comendas, utilizando metais nobres como ouro, prata e outras ligas.
Em sua área de impressos a CMB produz documentos de segurança diversos como: Passaportes, selos fiscais, selos postais, diplomas, certificados e outros produtos gráficos de segurança.
Em 1994, a CMB participou ativamente da implantação do Plano Real, produzindo, em curto espaço de tempo, todo o padrão monetário brasileiro. A partir de 2008, a empresa passou por um processo forte de modernização, marcado pela aquisição de modernas linhas de produção de cédulas, que permitiram o lançamento da segunda família do Real, mais sofisticada e segura.


Deixe seu comentário